Curta a nossa página
Bom dia!  Teresina, 25 de junho de 2019
 
07/06/2019 às 09h10 O âncora Você está aqui: Home / Economia Imprimir postagem

Veja quem deve procurar a Caixa para renegociar dívida de financiamento habitacional

Caixa Econômica Federal lançou na quarta-feira (5) uma campanha de renegociação para os mutuários da casa própria que estão com prestações atrasadas. O banco espera que a iniciativa alcance cerca de 600 mil famílias que já acumulam dívida de R$ 101 bilhões.

Somente no Rio Grande do Sul, existem 42.261 financiamentos habitacionais em atraso. A campanha pode beneficiar famílias com até, em média, seis prestações em atraso. O banco não promete desconto no valor da prestação, mas estará na mesa de negociação a possibilidade de perdoar juros de mora, por exemplo. 

Não existe, entretanto, um número mínimo de parcelas atrasadas para que se tenha acesso às facilidades. De acordo com a instituição, mesmo aqueles que ainda não entraram na inadimplência poderão se mobilizar.

— A Caixa está aberta também para a consultoria financeira. Se a pessoa está vendo que a situação caminha para atraso de uma ou mais parcelas, pode nos procurar. Junto com o cliente, vamos elencar possibilidades, ajustes, ver se tem como usar o FGTS (Fundo Garantia do Tempo de Serviço). Às vezes, um ajuste simples, como na data de vencimento, já faz grande diferença — afirma Marcos Tavaniello, superintendente regional da Caixa em Porto Alegre.

Condições variam de acordo com o cliente

A instituição deixou claro no anúncio do programa — que também divulgou novas taxas de juros para futuros contratos — que as possibilidades de renegociação não são iguais para todos. Quando o mutuário apresentar sua situação, será feita uma análise do caso. 

— O mais importante é que o banco sinaliza com esse programa que está mais flexível para negociar com os clientes nessa situação. Esse movimento é importante e os mutuários devem aproveitar — diz o especialista em mercado imobiliário Marcelo Prata, fundador da Resale, plataforma digital para venda de imóveis. 

Além de ir diretamente às agências, os clientes interessados poderão receber atendimento pelo telefone 0800-726-8068 (opção 8), pelo site criado para essa renegociação, nas redes sociais da Caixa no Facebook Twitter, no App Caixa Habitação, Internet Banking Caixa, além das agências. 
 

As opções que podem ser dadas aos clientes

  • Pagar à vista um valor de entrada e incorporar as parcelas atrasadas nas próximas prestações a vencer até o fim do prazo contratual.
  • Utilizar o saldo da conta vinculada do FGTS para reduzir o valor da prestação, conforme regras do Fundo.
  • Alterar a data de vencimento da prestação.
  • O cliente que não se enquadrar nos critérios anteriores pode procurar uma agência da Caixa para verificar a possibilidade de acordo.

Diário Gaúcho


  Tags:

sem tags

Comentários

Atenção! Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião desta página, se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.