Curta a nossa página
 
13/12/2016 às 09h16 Você está aqui: Home / charges Imprimir postagem

Aluna de 17 anos desarma bandido em Belém

No dia em que o bandido se deu muito mal, a reação da estudante foi rápida e inesperada para o ladrão que foi dominado.
Aluna de 17 anos desarma bandido em Belém (Foto: Ney Marcondes)
Tentativa de assalto mal sucedida deixou o acusado, Samuel Batista Furtado, bem machucado. (Foto: Ney Marcondes)

Uma estudante de 17 anos reagiu a um assalto em frente à Escola Técnica Estadual Magalhães Barata, no bairro do Telégrafo, e conseguiu tomar a arma do assaltante. O caso aconteceu na manhã de ontem, quando a jovem era deixada na escola pelo pai, de moto. Eles foram surpreendidos pelo criminoso, que chegou ao local em um carro roubado.

De acordo com a delegada Cynthia Viana, o pai deixava a filha na escola, quando foram abordados por Samuel Batista Furtado, de 37 anos.

O criminoso desembarcou de um veículo já ameaçando e apontando a arma, um revólver calibre 38, para as vítimas, na tentativa de roubá-las. Mas a jovem teve uma reação inesperada e tomou a arma do homem.

“A filha da vítima lutou com ele (Samuel) e conseguiu tirar a arma. Foi quando o pai da jovem travou uma luta na rua e populares, vendo aquilo, chegaram e bateram em Samuel”, disse a delegada Cynthia Viana, da Seccional do Comércio.

Com a confusão, o motorista do carro que era comparsa de Samuel, fugiu do local, abandonando o veículo. Segundo Cynthia, o veículo da dupla estava na condição de roubado e Samuel foi reconhecido como o autor do roubo. “O carro que eles estavam foi roubado na noite anterior, na Marambaia, e a dona o reconheceu como o autor do roubo”.

Samuel foi preso pela Polícia Militar que foi acionada, primeiramente, para verificar um suposto disparo de arma de fogo, mas ao chegar constatou que não houve o disparo, conforme explicou o cabo PM Brito Souza, da 1ª Companhia do 1° Batalhão de Polícia Militar.

“Fomos acionado via Ciop (Centro Integrado de Operações) para verificar uma situação, mas na verdade não houve o disparo no local. A arma estava municiada e uma das munições foi deflagrada, mas foi em outra ocasião”, explicou o militar.

FERIMENTOS

Samuel foi levado para atendimento médico para fazer curativos. A vítima, pai da jovem, também foi encaminhada para atendimento, pois estava com ferimentos na testa e no restante do corpo. Apesar da reação da adolescente, a delegada lembra que em circunstância alguma uma pessoa deve reagir a um assalto. “Jamais uma pessoa deve reagir a um assalto, ainda mais nessa tentativa de desarmar um assaltante”, recomendou Cynthia.

(Emily Beckman/Diário do Pará)


  Tags:

sem tags

Comentários

Atenção! Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião desta página, se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.