Curta o nosso facebook
 
29/11/2021 às 13h40 O âncora Você está aqui: Home / Polícia Imprimir postagem

Homem degola criança e esposa grávida antes de matar fazendeiro com tiro na cabeça

Segundo a Polícia Civil, a enteada de 01 ano e 08 meses e a companheira que estava grávida de quatro meses foram degoladas

Um homem é suspeito de assassinar três pessoas na zona rural de Corumbá de Goiás, na noite deste domingo (28). Uma criança de 1 ano e 8 meses, enteada do suposto autor, está entre as vítimas. A menina e a companheira do homem, que estava grávida, foram degoladas. Dono de uma propriedade vizinha foi morto com um tiro na cabeça. Mulher dele, única sobrevivente, foi baleada no ombro e denunciou os crimes. Suspeito está foragido.

Sequência de crimes

Continua depois da publicidade

De acordo com a Polícia Civil, o crime teve início quando Wanderson Mota Protácio é o principal suspeito do crime. Ele teria degolado a companheira Ranielle Aranha, grávida de quatro meses, e degolado a enteada, na sequência.

Depois, Wanderson teria ido a uma uma propriedade vizinha da região onde teria matado o fazendeiro Roberto Clemente de Matos com um tiro na cabeça.

Segundo a esposa da vítima, o homem bebeu um copo de refrigerante antes de balear o marido. Depois, ele teria tentado estuprar a mulher, que conseguiu correr, mas foi atingida por um disparo no ombro.

Segundo a proprietária rural, ela só sobreviveu porque se fingiu de morta até que o suspeito fugisse do local. Mesmo ferida, ela caminhou até uma fazenda vizinha onde conseguiu chamar por socorro. Wanderson, segundo ela, era conhecido da família.

O autor fugiu do local levando uma caminhonete, a qual foi abandonada posteriormente em uma rodovia da região. 

Investigação

A Polícia Civil investiga o caso e Wanderson Mota segue foragido. Ele é procurado pelas forças de segurança do estado.

Em 2019, ele havia sido preso suspeito de matar outra companheira a facadas.

Os corpos das vítimas foram levados ao Instituto Médico Legal (IML) de Anápolis.

Reproduzido de  Fala Piau


  Tags:

sem tags

Comentários

Atenção! Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião desta página, se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.