Curta a nossa página
Boa noite!  Teresina, 13 de dezembro de 2019
 
14/08/2018 às 21h53 O âncora Você está aqui: Home / Teresina Imprimir postagem

Apenas 7% das crianças foram vacinadas contra polio e sarampo; FMS faz alerta

A meta da campanha para Teresina é vacinar 49.330 crianças até o dia 31 de agosto

A Fundação Municipal de Saúde (FMS) alerta pais e responsáveis pelas crianças entre um ano e menores de cinco anos (quatro anos, 11 meses e 29 dias) para que levem seus filhos para se vacinar contra a poliomielite e o sarampo. A Campanha Nacional de Vacinação contra estas doenças começou no último dia 6 e até o momento conta com apenas 7% do público-alvo vacinado.

A diretora de Vigilância em Saúde da FMS, Amariles Borba, informa que toda a estrutura de saúde municipal está preparada para garantir as doses dos pequenos. “Nós temos mais de 28 mil doses da vacina contra o sarampo, rubéola e caxumba e também mais de 28 mil doses de vacina contra a poliomielite distribuídas em todas as 104 salas de vacina”, diz.

A meta da campanha é vacinar 49.330 crianças. Dados da FMS indicam que até hoje (14), já foram feitas 7,75% da meta para a poliomielite e 7,71% para o sarampo. Até o dia 31 este número precisa chegar aos 95%. “Nós chamamos a atenção da população para que procure as salas de vacina e que vacine as crianças, porque elas precisam que algum responsável as leve para a sala”, alerta a diretora. “Estamos vendo a expansão das doenças que podem ser prevenidas por vacina, como por exemplo o sarampo, que é uma doença de transmissão muito rápida – você começa a transmitir a doença cinco dias antes de começar a febre e continua transmitindo cinco dias depois que os sintomas desapareceram. E precisamos lembrar que a paralisia infantil, quando não mata, aleija pelo resto da vida”, diz Amariles Borba.

Dia D

Para reforçar o alcance da meta de vacinação, serão abertos 32 locais para o dia D da campanha, que em Teresina acontece no dia 25 de agosto – a data foi alterada em relação à data nacional por conta do feriado do aniversário de Teresina, quando muitas famílias viajam. “Esperamos com isso contribuir para que no dia 31, encerramento da campanha, tenhamos o cumprimento da meta”, conclui a diretora.

É importante que, ao levar seus filhos, os pais ou responsáveis tenham em mãos cartão SUS da criança e a caderneta de vacina. A vacina contra o sarampo que está sendo usada na campanha é a tríplice viral - que também protege contra caxumba e rubéola – em todas as crianças do público alvo que não tenham tomado uma dose há menos de 30 dias. Já contra a poliomielite será administrada a vacina oral poliomielite (VOP) em crianças que já tenham recebido uma ou mais doses, ou a vacina inativada poliomielite (VIP), nas crianças que receberão pela primeira vez.

O último caso de poliomielite foi registrado no Brasil em 1989, e o último caso de Sarampo em Teresina foi confirmado em 2011, com uma pessoa que adquiriu a doença na França. Casos autóctones, ou seja, originados em Teresina, não são confirmados há 17 anos. No entanto, os vírus continuam circulando no mundo, com o risco de serem reintroduzidos por meio de viajantes e imigrantes. Desde fevereiro de 2018, o Brasil enfrenta a circulação do vírus do sarampo (genótipo D8, circulante na Venezuela desde 2017), nos estados de Roraima e Amazonas.
 

Ascom FMS


  Tags:

Comentários

Atenção! Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião desta página, se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.