Curta a nossa página
 
03/08/2020 às 20h58 O âncora Você está aqui: Home / Teresina Imprimir postagem

Alunos da rede municipal de ensino continuam aprendendo em casa

“Eu finjo que meu quarto é a sala de aula”, revela Pedro Henrique, de seis anos, aluno da Escola Municipal Murilo Braga. É assim que 90 mil alunos da Rede Municipal de Teresina têm se adaptado à rotina de estudos em casa. São 60 mil somente no Ensino Fundamental.

O regime de atividades não presenciais, implementado em Teresina no mês de junho, permite aos alunos acesso ao conteúdo estruturante de disciplinas como língua portuguesa e matemática, mas também oferece atividades diversificadas, como a prática de educação física.

Pedro Henrique acorda cedo todos os dias, veste a farda e começa a maratona de estudos pela TV. A programação só encerra no final da tarde, quando todos os exercícios estão respondidos e enviados para os professores via Whatsapp. “Eu sinto muita falta da escola, mas gosto das aulas na TV”, disse o menino.

Izabel de Freitas, mãe do Pedro Henrique, conta que organizou um espaço de estudos para o filho e tenta mantê-lo dentro de uma rotina estruturada. “Tem que parecer a escola mesmo, e vem dando certo, ele interage com a TV, levanta a mão e até responde a professora pela tela”, declara a mãe.

De acordo com a Secretaria Municipal de Educação (Semec), o ensino à distância vai continuar por todo o ano de 2020. “As atividades são contabilizadas para o calendário letivo. Pais e professores estão se dedicando diariamente, é um esforço conjunto para não parar o processo de ensino-aprendizagem, mesmo nesse novo cenário”, explica Irene Lustosa, secretária executiva de ensino.

Na casa do Vitor Gabriel, a organização com os horários também garante o acompanhamento de todas as atividades propostas. Ele é aluno do 1º ano na Escola Municipal Vinícius de Moraes e não perde uma aula pela TV. Ao todo, cinco canais locais transmitem o conteúdo em horários específicos para cada ano escolar.

“Eu acompanho de perto para ter certeza que ele está fazendo tudo certo. Estamos em casa, mas não podemos parar, sei que é importante que meu filho participe todos os dias, por isso seguimos as orientações da escola”, conclui Eudes, mãe do Vitor.

 SEMEC

 


  Tags:

Comentários

Atenção! Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião desta página, se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
lista mais

Artigos relacionados