Curta a nossa página
 
08/07/2020 às 23h47 O âncora Você está aqui: Home / Teresina Imprimir postagem

Mais de 9.700 telemonitoramentos de pacientes com Covid-19 são realizados em Teresina

Entre os meses de maio e junho, já foram realizados mais de 9.700 telemonitoramentos de pacientes confirmados com Covid-19 em Teresina. O serviço acontece de duas formas. Por meio da Teleconsulta de Enfermagem, que monitora pacientes confirmados com coronavírus e são identificados pelos hospitais públicos e privados do município, e a Teleconsulta realizada pelos profissionais das Unidades Básicas de Saúde, que monitoram os pacientes confirmados e identificados nas próprias UBS.

O projeto Teleconsulta de Enfermagem realizou mais de 5.600 atendimentos em dois meses. A inciativa monitora, por telefone, pacientes com confirmação de Covid-19, que estão em tratamento domiciliar. O atendimento é feito por uma equipe de enfermeiros, que liga para os pacientes com frequência, acompanhando os sintomas e dando orientações de cuidados. Em caso de sintomas leves, o paciente pode tirar dúvidas sobre a manutenção do isolamento domiciliar e os cuidados domésticos. Em casos mais graves, ele recebe orientações sobre medidas de precaução ou necessidade de atendimento presencial nos hospitais ou nas 2 UBS designadas para atendimento específico de síndromes gripais.

A enfermeira Edna Albuquerque atua no Teleconsulta Enfermagem. Ela faz parte do grupo de profissionais que apresentam comorbidade e por isso atuam de forma virtual no atendimento dos pacientes que procuram o serviço. “Fazemos o primeiro contato com esses pacientes que tem confirmação de coronavírus. Posteriormente, uma enfermeira virtual entre em contato com o paciente para fazer o acompanhamento. Por volta de 14 dias depois do primeiro contato, ligamos novamente para reavaliar e dar alta, caso já esteja recuperado. É um projeto que está sendo muito bem avaliado pelos pacientes atendidos”, afirma a enfermeira.

O serviço de Teleconsulta das UBS já realizou mais de 4.100 atendimentos. O paciente após confirmado com Covid-19, na UBS, passa a receber chamadas telefônicas da equipe da unidade de saúde para acompanhar a evolução dos sintomas, orientar a manutenção do isolamento domiciliar e reforçar os cuidados com a higiene doméstica. O paciente também é questionado a respeito da situação de saúde das pessoas que residem no mesmo domicilio. A teleconsulta pode ser feito por um profissional da saúde de enfermagem, médico ou dentista.

De acordo com a gerente de Informação em Saúde da FMS, Karoline Alencar, os serviços de teleconsultas estão ocorrendo de forma positiva e que a iniciativa auxilia e tranquiliza os pacientes atendidos, ajudando a tirar dúvidas e servindo de apoio nesse período de recuperação da doença. “Dessa forma a gente criou uma estratégia para monitorar não apenas os casos positivos confirmados pelas UBS, mas também os pacientes que são conformados pelos hospitais. Além disso, o serviço foi pensando para incluir os profissionais que não podem estar na linha frente de combate ao novo coronavírus. No caso da Teleconsulta de Enfermagem, os profissionais que atuam no atendimento virtual estão afastados do trabalho presencial por serem idosos ou por possuírem alguma comorbidade”, ressalta a gerente.

O serviço de Teleconsulta de Enfermagem funciona de segunda a sexta-feira, das 8h às 18h para acompanhar pacientes confirmados por COVID-19, que estejam realizando tratamento em casa, além de seus contatos domiciliares. Já a Teleconsulta das UBS funciona de 07h as 19h, nas 26 UBS Fast Track, exclusivas para atendimento de síndromes gripais.

FMS

 


  Tags:

Comentários

Atenção! Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião desta página, se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.